SAIA DO SOL E DA CHUVA, ENTRE...

A morada é simples, é sertaneja, mas tem alimento para o espírito, amizade e afeto.



segunda-feira, 6 de junho de 2016

Palavra Solta - indecifrável


*Rangel Alves da Costa


Há, no ser humano, um mistério indecifrável. Algo assim desconhecido, incompreensível, emblemático, verdadeiro labirinto. Mistério este que o torna um desconhecido a si mesmo e muito mais para os outros. Ora, ninguém encontra a mesma pessoa sendo a mesma pessoa no instante seguinte, sempre há uma transformação. Não pelo tempo, pela mudança na realidade ou pela idade, mas tão somente pela outra configuração que se apresenta. Lógico que ninguém vive sorrindo, mostra-se alegre a cada instante, possui a feição emburrada a cada encontro. Mas fato é que a palavra muda, o pensamento muda, a cordialidade muda, a solicitude também. E o mais grave é a mudança comportamental. De igual gravidade é o cordeiro que se apresenta em lugar do lobo, e este faminto para ouvir e depois espalhar aleivosias, mentiras, falsidades, absurdos. Certamente que ninguém nasceu propenso a isso, para ser assim, transformando-se segundo as conveniências. E toda vez que age assim mente a si mesmo, se nega, se mostra incapaz de ser acreditado. Mesmo que a sociedade tenha pactuado a aceitar o mundo da mentira e da falsidade, ainda assim a desconformidade continuará como mal. E um mal incontrolável e indecifrável ao ser humano. Por que o ser humano nunca é apenas razão?


Escritor
blograngel-sertao.blogspot.com

Um comentário:

Ana Bailune disse...

O ser humano não entende o que é ser humano.